jusbrasil.com.br
6 de Junho de 2020

Como criar espaços físico e mental para melhorar o rendimento nos estudos?

Salomão Viana, Professor de Direito do Ensino Superior
Publicado por Salomão Viana
há 5 anos

Meus queridos jusbrasileiros dedicados ao estudo, segue uma dica simples e muitíssimo útil para melhorar o seu rendimento: na hora de estudar, devem ser criados os seus espaços físico e mental.

Mas o que significa isto?

Quanto ao espaço físico, não há necessidade de que ele seja isolado do resto do mundo. O importante mesmo é delimitar um lugar, como uma parte de uma mesa, por exemplo. Por óbvio, deve-se evitar a convidativa cama e o acolhedor sofá. A preferência deve ser por ambientes bem iluminados e em que houver menos chance de a atenção ser absorvida por estímulos visuais ou sonoros, como o da TV ou o da conversa de amigos e/ou familiares.

Para a criação do espaço mental sugiro uma rotina capaz de desligar a mente das demais situações da vida.

Vamos a um exemplo. Chegou a hora de estudar! Então, preparo o lugar que será usado, dele retirando objetos que podem reduzir meus movimentos ou atrair a minha atenção (a exemplo do celular nosso de cada dia). Com o espaço físico delimitado, nele coloco, organizadamente, o material de que precisarei, como livros, códigos, apostilas, anotações, cadernos, canetas, lápis, borracha, marcadores de texto etc. Se vou usar recursos de informática, devo abrir com antecedência todos os programas que me serão úteis e todos os sites que provavelmente visitarei.

Lembrem-se: cada vez que houver necessidade de se deslocar fisicamente para buscar um objeto faltante, ou utilizar a mente para abrir um programa ou localizar um site, haverá perda da concentração nos estudos e consequente gasto de tempo para retomar a atenção. No começo, haverá interrupções em razão de esquecimentos. É natural. Não se puna por isto.

E o toque final para que o espaço seja assegurado, física e mentalmente: antes do início efetivo dos estudos, sentar-se com a coluna ereta, fechar os olhos por uns três minutinhos, respirar compassadamente e conectar-se com a energia divina, pedindo a Ele que auxilie na tarefa.

Experimente!

Dicas assim, além de pingos de processo e interessantíssimos artigos, estão em www.brasiljuridico.com.br Trata-se de um excelente espaço para quem quer ampliar o conhecimento. Vale a pena conhecer também www.facebook.com/BrasilJuridicoCursos.

Ao lado disso, a minha página no face está repleta de pingos, artigos e dicas de estudo: www.facebook.com/professorsalomaoviana.

Um grande abraço e sucesso!

74 Comentários

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)

Dicas preciosas. Além disso, organização da rotina, anotações de ideias e outros projetos e atividades a serem realizados são uma forma de estruturar as nossas ações e ainda evitar excesso do uso da mente.

Excelente publicação! :) continuar lendo

Muitíssimo obrigado, caro Matheus! Estímulos assim fazem com que o nosso empenho se multiplique, amigo. Um grande abraço e que Deus o proteja, sempre! continuar lendo

Faço uma apropriação indébita de seu escrito, que moveu-se até meus olhos.

Apropriação indébita
Art. 168 - Apropriar-se de coisa alheia móvel, de que tem a posse ou a detenção:

Peço que dispense-me da pena por ser primário. continuar lendo

obrigado, professor! continuar lendo

Não há motivo para agradecer, caro Carlos Roberto. Eu é que lhe agradeço pela sua atenção, amigo. Um grande abraço! continuar lendo

O toque final foi ótimo, pois sempre começo muito afoita. Obrigada! continuar lendo

Particularmente, minha cara Mayra, tenho convicção de que o toque final é o que há de mais importante em todo o texto. Desejo a você muito sucesso no estudo, amiga. Um grande abraço e que Deus a proteja, sempre! continuar lendo

Essas dicas me serão muito úteis caro professor.
Obrigada. continuar lendo

Que bom, cara Clesia. Sucesso nos seus estudos e que esteja com você, sempre. Um grande abraço! continuar lendo